Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Governo de Jair Bolsonaro cobra R$ 100 bilhões do BNDES

Spread the love

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, quer a devolução de R$ 100 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao Tesouro Nacional em 2019. A medida reduzirá o estoque da dívida pública. Cronograma do banco previa devolução de R$ 26 bilhões

De acordo com Paulo Guedes, a devolução no valor de R$ 100 bilhões ao Tesouro Nacional reduzirá drasticamente a dívida pública. O valor a ser acertado já começou a ser negociado pela equipe de transição com o futuro presidente do BNDES, Joaquim Levy. O BNDES tem preocupação com o comprometimento que a devolução possa provocar na capacidade do banco de fazer novos desembolsos, segundo informações do Estado de S.Paulo

O banco de fomento (instituição com o objetivo principal de financiar capital fixo e de giro para empreendimentos previstos em programas de desenvolvimento, na unidade da Federação onde estiver sediada), tem ainda uma dívida de R$ 260 bilhões para pagar ao Tesouro e tinha acertado um cronograma de devolução que prevê uma parcela de R$ 26 bilhões no ano que vem.

O jornal Estadão esclarece que, a dívida do BNDES com o Tesouro tem origem nos empréstimos de R$ 500 bilhões que o banco recebeu da União durante os governos dos presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff e que foram responsáveis pela explosão da dívida pública.

O acerto final dependerá da evolução dos desembolsos de empréstimos, na avaliação técnica do banco.

*Com informações do Estado de S.Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Pular para a barra de ferramentas