WikiLeaks: Papa conservador Bento foi forçado a renunciar pelo “Deep State”

George Soros, Barack Obama, and Hillary Clinton orchestrated a coup in the Vatican to overthrow conservative Pope Benedict in February 2013, according to WikiLeaks emails. 

George Soros, Barack Obama e Hillary Clinton orquestraram um golpe no Vaticano para declinar o conservador Papa Bento em Fevereiro de 2013, de acordo com os e-mails da WikiLeaks.



Pope Benedict became the first pope to resign since Pope Gregory XII in 1415, and the first one to do so on his own initiative since Pope Celestine V in 1294.

Papa Bento se tornou o primeiro Papa a renuniciar desde Papa Gregorio XII em 1415, e o primeiro a fazer por iniciativa própria desde Papa Celestine V em 1294.

Gloria.tv reports: However the group of Catholic leaders cite new evidence uncovered in emails released by WikiLeaks to claim the conservative Pope Benedict did not actually resign on his own initiative, but was pushed out of the Vatican by a coup that the group of researchers are calling the “Catholic Spring.”

Gloria.tv reporta: No entanto, o grupo de líderes Católicos cita a descoberta de novas evidências em e-mails publicados pelo Wikileaks para afirmar que o Papa conservador Bento não renunciou por iniciativa própria, mas foi removido do Vaticano por um golpe de estado que o grupo de pesquisadores está chamando de “Primavera Católica”.

Soros, Obama and Clinton used the United States’ diplomatic machinery, political muscle, and financial power to coerce, bribe and blackmail “regime change” in the Roman Catholic Church in order to replace the conservative Benedict with the current Pope Francis – who has since become an unlikely mouthpiece for the international left, stunning Catholics around the world.

Soros, Obama e Clinton usaram a máquina diplomática dos Estados Unidos, força política e poder financeiro para coagir, corromper e chantagear uma “mudança de regime” na Igreja Católica Romana para substituir o Conservador Bento pelo atual Papa Francisco – que tornou-se desde então um inesperado porta-voz da esquerda internacional, chocando os Católicos ao redor do mundo.

Now the group of Catholic leaders have sent a letter to President Trump urging him to launch an official investigation into the activities of George Soros, Barack Obama, Hillary Clinton (and others) who they allege were involved in orchestrating Catholic Spring that resulted in their goal of “regime change” in the Vatican.

o grupo de líderes Católicos enviou uma carta para o Presidente Trump insistindo que ele inicie uma investigação oficial nas atividades de Soros, Obama e Clinton (e outros) que o grupo alega terem se envolvido em orquestrar a Primavera Católica que resultou no seu objetivo de “mudança de regime” no Vaticano.

The Catholic leaders cite eight specific questions they seek to have answered concerning suspect events that led to the resignation of Pope Benedict, the first papal abdication in 700 years.

Os líderes Católicos citam 8 perguntas específicas que eles desejam obter respostas em relação aos eventos suspeitos que levaram à renúncia de Papa Bento, a primeira renúncia papal em 700 anos.

“Specifically, we have reason to believe that a Vatican ‘regime change’ was engineered by the Obama administration,” say the petitioners, in their January 20 letter to President Trump.

“Especificamente, nós temos razões para acreditar que a ‘mudança de regime’ no Vaticano foi arquitetada pela administração Obama,” dizem os peticionários, em 20 de Janeiro para o Presidente Trump.

 

“We were alarmed to discover,” their letter notes, “that, during the third year of the first term of the Obama administration your previous opponent, Secretary of State Hillary Clinton, and other government officials with whom she associated proposed a Catholic ‘revolution’ in which the final demise of what was left of the Catholic Church in America would be realized.”

“Ficamos surpresos ao descobrir,” a carta destaca, “que, durante o terceiro ano do primeiro termo da administração Obama a sua anterior oponente, Secretária de Estado Hillary Clinton, e outros oficiais do governo com quem ela se associou propuseram uma ‘revolução’ Católica em que se realizaria o desaparecimento final do que restava da Igreja Católica na América “.

The letter includes links to documents and news stories underscoring their claims. It first directs attention to the notorious Soros-Clinton-Podesta e-mails disclosed last year by WikiLeaks, in which Podesta and other progressives discussed regime change to remove what they described as the “middle ages dictatorship” in the Catholic Church.

A carta inclui links para documentos e notícias destacando as afirmações do grupo. Inicialmente a carta destaca os notórios e-mails de Soros-Clinton-Podesta divulgados no final do ano passado pela Wikileaks, onde Podesta e outros progressistas discutem uma mudança de regime para remover o que eles chamam de “ditadura da idade média” na Igreja Católica.

Regarding the Podesta e-mails in question, The New American reported last October:

Quanto aos e-mails de Podesta em questão, o New American informou em outubro passado:

“Podesta, a longtime Clinton adviser/confidante and hand-picked top activist for left-wing funder George Soros, revealed in a 2011 e-mail that he and other activists were working to effect a “Catholic Spring” revolution within the Catholic Church, an obvious reference to the disastrous “Arab Spring” coups organized that same year by the Obama-Clinton-Soros team that destabilized the Middle East and brought radical Islamist regimes and terrorist groups to power in the region. The Podesta e-mail is a response to another Soros-funded radical — Sandy Newman, founder of the “progressive” Voices for Progress. Newman had written to Podesta seeking advice on the best way to “plant the seeds of the revolution” in the Catholic Church, which he described as a “middle ages [sic] dictatorship.”

“Podesta, um antigo conselheiro/confidente de Clinton e ativista escolhido a dedo pelo financiador da esquerda George Soros, revelou em um e-mail de 2011 que ele e outros ativistas estavam trabalhando para efetuar uma revolução chamada “Primavera Católica” dentro da Igreja Católica, uma óbvia referência aos golpes de estado desastrosos da “Primavera Árabe”, organizados no mesmo ano pela equipe Obama-Clinton-Soros, que desestabilizou o Oriente Médio e trouxe regimes islâmicos radicais e grupos terroristas para o poder na região. O e-mail de Podesta é uma resposta a outro radical financiado por Soros – Sandy Newman, fundador do grupo progressista “Vozes Progressivas. Newman escreveu a Podesta buscando conselhos sobre a melhor maneira de “plantar as sementes da revolução” na Igreja Católica, que ele descreveu como uma “ditadura da Idade Média (sic)”.

In their letter to President Trump, the group of Catholics leaders write: “Approximately a year after this e-mail discussion, which was never intended to be made public, we find that Pope Benedict XVI abdicated under highly unusual circumstances and was replaced by a pope whose apparent mission is to provide a spiritual component to the radical ideological agenda of the international left. The Pontificate of Pope Francis has subsequently called into question its own legitimacy on a multitude of occasions.”

Na carta ao presidente Trump, o grupo de líderes Católicos escreve: “Aproximadamente um ano após esta discussão por e-mail, que nunca foi destinado a se tornar público, nos achamos que o Papa Bento XVI abdicou em circunstâncias altamente incomuns e foi substituído por um Papa cuja missão aparente é fornecer um componente espiritual à agenda ideológica radical da esquerda internacional. O Pontificado do Papa Francisco, posteriormente, questionou sua própria legitimidade em inúmeras ocasiões”.

“We remain puzzled by the behavior of this ideologically charged Pope, whose mission seems to be one of advancing secular agendas of the left rather than guiding the Catholic Church in Her sacred mission,” they say, expressing the thoughts of millions of Catholics around the world stunned by Pope Francis’s left-wing ideology. “It is simply not the proper role of a Pope to be involved in politics to the point that he is considered to be the leader of the international left.”

“Continuamos intrigados com o comportamento desse Papa com bagagem ideológica, cuja missão parece ser avançar as agendas seculares da esquerda, em vez de orientar a Igreja Católica em Sua missão sagrada”, dizem eles, expressando os pensamentos de milhões de Católicos ao redor do mundo, chocados pela ideologia de esquerda do Papa Francisco. “Não é simplesmente o papel apropriado de um Papa ser envolvido na política, a ponto de ser considerado o líder da esquerda internacional”.

They continue:

“With all of this in mind, and wishing the best for our country as well as for Catholics worldwide, we believe it to be the responsibility of loyal and informed United States Catholics to petition you to authorize an investigation into the following questions:

Eles continuam:

“Com tudo isso em mente, e desejando o melhor para o nosso país e para os Católicos em todo o mundo, acreditamos que seja responsabilidade de Católicos leais e informados dos Estados Unidos solicitarem que você autorize uma investigação sobre as seguintes questões:

– To what end was the National Security Agency monitoring the conclave that elected Pope Francis?

– Para que fim a Agência Nacional de Segurança estava monitorando o conclave que elegeu o Papa Francisco?

– What other covert operations were carried out by US government operatives concerning the resignation of Pope Benedict or the conclave that elected Pope Francis?

– Que outras operações secretas relacionadas com a renúncia do Papa Bento XVI ou com o conclave que elegeu o Papa Francisco foram realizadas por oficiais do governo dos EUA sobre?

– Did US government operatives have contact with the “Cardinal Danneels Mafia”?

– Agentes do governo dos EUA entraram em contato com o “Cardeal Danneels Mafia”?

– International monetary transactions with the Vatican were suspended during the last few days prior to the resignation of Pope Benedict. Were any U.S. Government agencies involved in this?

– As transações monetárias internacionais com o Vaticano foram suspensas nos últimos dias antes da renúncia do Papa Bento XVI. Alguma agência governamental dos EUA esteve envolvida nisso?

– Why were international monetary transactions resumed on February 12, 2013, the day after Benedict XVI announced his resignation? Was this pure coincidence?

– Por que as transações monetárias internacionais foram retomadas em 12 de fevereiro de 2013, um dia depois de Bento XVI ter anunciado sua renúncia? Foi pura coincidência?

– What actions, if any, were actually taken by John Podesta, Hillary Clinton, and others tied to the Obama administration who were involved in the discussion proposing the fomenting of a “Catholic Spring”?

– Quais ações, se houveram, foram realmente tomadas por John Podesta, Hillary Clinton e outros ligados ao governo Obama que participaram da discussão propondo o fomento de uma “Primavera Católica”?

– What was the purpose and nature of the secret meeting between Vice President Joseph Biden and Pope Benedict XVI at the Vatican on or about June 3, 2011?

– Qual foi o propósito e a natureza do encontro secreto entre o vice-presidente Joseph Biden e o Papa Bento XVI no Vaticano em 3 de junho de 2011?

– What roles were played by George Soros and other international financiers who may be currently residing in United States territory?”

– Quais os papéis desempenhados por George Soros e outros financiadores internacionais que podem estar atualmente residindo em território dos Estados Unidos?”

The investigation the group of Catholic leaders is requesting of President Trump should be of interest to more than just Catholics. George Soros’s ability to co-opt leading political figures to assist his radical plans for nation states is well known; but his ability to force “regime change” in the Catholic church, an institution previously throught impenetrable from the outside, raises serious questions about his potential for global chaos. The investigation — and punishment — should begin at once.

A investigação que o grupo de líderes Católicos está solicitando ao presidente Trump deve ser de interesse para mais do que apenas Católicos. A capacidade de George Soros de cooptar figuras líderes políticos para auxiliar seus planos radicais em estados-nação é bem conhecida; mas a sua capacidade de forçar a “mudança de regime” na Igreja Católica, uma instituição que parecia ser impenetrável do exterior, levanta sérias questões sobre o seu potencial para o caos global. A investigação – e punição – deve começar imediatamente.

 Fonte: http://yournewswire.com/wikileaks-pope-benedict-deep-state/

About Camila Abdo

Jornalista (MTB - 0083932/SP; Associação Brasileira de Jornalista -ABJ- 2457) , com cursos nas áreas de jornalismo digital, jornal impresso, fundamentos do jornalismo, jornalismo investigativo, assessoria de imprensa e comunicação interna. Estudante de direito (Unip) e história (Anhanguera), possuo diversos cursos de especialização na área de psicologia/psicopatologia, entre eles: urgências psiquiátricas, perícias criminais, psicopatologia da infância e adolescência, transtornos de personalidade, terapia cognitivo-comportamental, psicanálise: teoria e técnica, gestalt terapia, criminologia, sexualidade - normal e patológica, psicofarmacologia, psicologia forense, neuroanatomia, abuso sexual infantil, predadores sexuais, psicologia social e violência doméstica, enfermagem em saúde mental, medicina legal e psicologia penitenciária. Certificado INBOUND pela HUBSPOT ACADEMY. Meu canal: https://www.youtube.com/c/CamilaAbdoCalvo

View all posts by Camila Abdo →

2 Comments on “WikiLeaks: Papa conservador Bento foi forçado a renunciar pelo “Deep State””

  1. Eu achei muito estranha a saída do Papa Bento. Muitos cristãos fizeram diversas marchas e protestos para pedir a verdadeira consagração da Rússia a pedido de Nossa Senhora de Fátima e foi tudo boicotado (não pelo Papa, pois ele também tentou).
    E é óbvio que o atual Papa representa a Nova Ordem Mundial.
    Obrigado pelas informações disponibilizadas neste artigo.

    1. Que bom que você gostou Luiz. Fico feliz em saber.
      Agora vamos torcer para que Trump faça algo a respeito. Ou que o Vaticano tire esse Papa.

Deixe uma resposta