O que é economia processual

Spread the love




O princípio da economia processual orienta os atos processuais na tentativa de que a atividade jurisdicional deva ser prestada sempre com vistas a produzir o máximo de resultados com o mínimo de esforços, evitando-se, assim, gasto de tempo e dinheiro inutilmente.



É denominado princípio da economia processual pois recomenda o máximo resultado na atuação do direito com o mínimo emprego possível de atividades processuais.

Exemplo da aplicação desse princípio encontra-se no art.105 do Código de Processo Civil Brasileiro, que trata da ocorrência da conexão e continência.

A conexão é quando dois ou mais processos possuem o mesmo pedido e as partes são idênticas.

O juiz ao analisar o processo pode de imediato uni-los para que sejam reconhecidos em conjunto.

Assim haverá uma maior celeridade e economia de atos processuais que neste caso seriam dispensáveis. Esse é o princípio da simplificação ou princípio econômico.

Princípio segundo o qual o processo deve obter o maior resultado com o mínimo de esforço.

Theodoro Jr. (2010, p. 39) afirma: “o processo civil deve-se inspirar no ideal de propiciar às partes uma Justiça barata e rápida”.




Deixe uma resposta