Força e Honra





O que representa a data 09 de Julho?

O dia 9 de julho é uma data importante para São Paulo. Foi nesta data que, em 1932, começou a Revolução Constitucionalista, uma revolta que o Estado de São Paulo organizou contra o governo Getúlio Vargas (1930-1945). Os paulistas davam um exemplo de bravura, demonstrando todo o seu amor pela liberdade no Brasil.

Na época, os paulistas queriam que o então presidente Vargas criasse uma nova Constituição, ou seja, um novo conjunto de leis para o país.

As tensões entre São Paulo e o governo federal foram crescendo até que, no dia 9 de julho de 1932, os revolucionários decidiram pegar em armas e convocar voluntários para o que ficou conhecido como Revolução Constitucionalista.

 

E nos não poderíamos deixar de prestar homenagem aos verdadeiros heróis do Brasil, em especial de São Paulo, que até hoje pegam em armas e arriscam suas vidas, para proteger a nossa.




Texto escrito pelo PMSP Sold. Ronaldo Mota:

Força e Honra!
Homenagem aos policiais mortos em 2017 por defenderem nossas vidas
O policial é o único agente público do qual se exige um juramento solene no
qual ele promete defender a sociedade com o sacrifício da própria vida. Quando diante
das autoridades presentes, de seus pais e filhos eles bradam esse juramento, na
formatura de fim de curso, a força e a honradez desse ato dominam o público presente e
a emoção já não mais se contém. Dia memorável…
Todos aqueles que fizeram esse elevado juramento foram previamente
esclarecidos e avisados por seus instrutores mais experientes de que alguns certamente
morreriam no cumprimento do dever e outros mais morreriam apenas por serem
identificados como policiais. Mas eles não retrocederam, juraram em alto e bom som
servir até a morte.
Hoje, em tempos de trevas e inversão de valores, quando o crime organizado os
assassina e uma formidável parcela da imprensa os critica e os despreza, eles continuam
lutando contra o crime; contra as incompreensões de pessoas que ignoram a natureza do
seu serviço; contra as perseguições de toda espécie e os ataques dos criminosos.
Continuam dia e noite cumprindo seu papel e lembrando de seu magnífico juramento
que os faz defender, mesmo sem respaldo jurídico e até sem apoio social, pessoas que
eles nem sequer conhecem, até o fim, com todas as suas forças e com a certeza da honra
imaterial e imortal que pertence de modo especial àqueles que são capazes de dar a vida
pelo próximo.
Hoje fazemos essa humilde homenagem a estes heróis da Polícia Militar do
Estado de São Paulo, com o propósito de não permitir que suas memórias desapareçam
das páginas da História.
Que Deus os tenha, meus irmãos!
Força e honra!

 

Obs: Eu estive no quartel geral da PMSP, enviei e-mail e tentei por diversas vezes a lista dos policiais que foram assassinados no 1º semestre de 2017 para a devida (e merecida) homenagem, porém não obtive um retorno sequer. Seja por e-mail ou telefone.

Esclareço ainda que me identifiquei como jornalista, pedi para falar com a assessoria de imprensa bem como com um responsável por tal informação e não fui recebida por nenhum dos dois setores.

Fui recebida na catraca do Quartel Geral da PM e informada que deveria enviar um e-mail com o pedido. O fiz e não recebi qualquer retorno até a data desta matéria.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...