Alckmin provoca e Bolsonaro reage

Alckmin provoca e Bolsonaro reage

Spread the love

Para enfrentar Jair Bolsonaro, Geraldo Alckmin anunciou general para sua equipe de campanha e chamou Bolsonaro para um debate.

 

 

Geraldo Alckmin (PSDB), governador por 4 mandatos seguidos em São Paulo, está se sentindo incomodado com a preferência dos paulistas por Jair Messias Bolsonaro, onde o tucano era hegemônico.

Imitando as escolhas de Jair Bolsonaro, Alckmin irá pontuar a sua campanha na segurança pública e anuncia o militar General João Camilo Pires de Campos para cuidar da segurança pública caso seja eleito. Tudo para polarizar com o invicto nas pesquisas Jair Bolsonaro.

Os escolhidos pelo ex-governador, foram o economista Leandro Piquet e o General João Camilo Pires de Campos. Alckmin afirmou que Jair Bolsonaro ainda não apresentou suas propostas para a área de segurança e provocou: “Não conheço suas propostas para a segurança pública. Vamos fazer um debate?”

Também no Twitter, a marquetagem do PSDB adicionou pimenta na mistura: “Durante um anúncio sobre a equipe de programa de governo, Geraldo Alckmin desafiou Bolsonaro para um debate sobre Segurança Pública. E aí, será que ele vai aceitar ou vai correr?”. É compreensível o desespero do tucano. A angústia de perder votos, está levando-o a perder o bom senso, se aproximando do ridículo.

Em resposta a provocação pueril de Geraldo Alckmin, Jair Bolsonaro respondeu em rede social o convite para debate.

Em uma mensagem no Twitter, o pré-candidato do PSL relembrou a ligação de Geraldo Alckmin com o apelido “Santo”, presente nas planilhas da Odebrecht atribuído ao tucano.

“Caro senhor divulgado como “santo” na Lava-Jato que alega não conhecer nossas propostas, acesse [nosso site] ou nosso canal no youtube para mais informações. Uma boa noite”, escreveu Bolsonaro.

4 thoughts on “Alckmin provoca e Bolsonaro reage

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido
%d blogueiros gostam disto: